Linhas de Pesquisa e Orientadores

1. Ensino de Ciências da Natureza

 

Esta área de concentração visa a aprofundar os conhecimentos dos docentes das áreas de Ciências e Matemática na Educação Infantil e nos Ensinos Fundamental, Médio e Superior, ampliando o seu domínio de conteúdos e conhecimentos das disciplinas de Biologia, Química, Física e Matemática, em seus aspectos teóricos, metodológicos e epistemológicos.  Pretende desenvolver conhecimentos do/a docente no que diz respeito às práticas de sala de aula para melhor qualificá-los(las) profissionalmente.

 

 

1.1 Área de concentração: Formação de professores em Ciências

Orientadores

Desenvolve investigações sobre a formação inicial e continuada nos diferentes níveis e espaços educativos nos quais os/as docentes de Ciências e de Matemática atuam, tendo por referência a relação entre os aspectos pessoal-profissional da formação, bem como os saberes e fazeres específicos das áreas de Ciências e Matemática para a constituição da docência. A formação é compreendida como um processo de natureza social, envolvendo atividades interpessoais que compreendem os sujeitos que se preparam para serem professores (formação inicial) e aqueles que já estão engajados na profissão docente (formação continuada). Tem por finalidade a aquisição, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de conhecimentos e práticas educativas, na perspectiva do desenvolvimento profissional docente.

Angelita Hentges

Cristiano da Silva Buss

Marcos André Betemps Vaz Da Silva

Maykon Gonçalves Müller

Nelson Luis Reyes Marques

Vitor Hugo Borba Manzke

 

 

 

1.2. Área de concentração: Ensino e aprendizagem em Ciências e Matemática

Orientadores

Desenvolve investigações de cunho interdisciplinar sobre a organização e inovação no ensino de Ciências e Matemática e suas repercussões no currículo escolar da Educação Infantil e do Ensinos Fundamental, Médio e Superior, objetivando a melhoria do processo de ensino e de aprendizagem. Entre as abordagens metodológicas para o ensino de Ciências e Matemática, destacam-se o uso de jogos e materiais instrucionais, metodologias ativas e o emprego de softwares específicos para a área. No âmbito desses estudos, aprofunda aspectos teóricos dessas abordagens metodológicas, para que seu uso seja ancorado em pesquisas recentes da área de Ensino de Ciências e Matemática e nos processos de divulgação da Ciência.

Angelita Hentges

Cristiano da Silva Buss

Marcos André Betemps Vaz Da Silva

Maykon Gonçalves Müller

Nelson Luis Reyes Marques

Vinícius Carvalho Beck

Vitor Hugo Borba Manzke

 

 

2. Tecnologias na Educação

 

Esta área de concentração visa aprofundar os conhecimentos dos docentes referentes ao domínio das Tecnologias Educacionais como ferramental e instrumento de trabalho articulando com as suas respectivas áreas de formação. Pretende fomentar, nesta articulação, a utilização dos recursos tecnológicos nos processos de ensino e de aprendizagem de conteúdos específicos das suas áreas de atuação e viabilizar o desenvolvimento de novos processos e produtos voltados à melhoria das atividades realizadas no cotidiano do Ensino Profissional e Tecnológico.

 

2.1 Área de concentração: Tecnologias na Educação

Orientadores

Investiga as contribuições das Tecnologias mediadas por metodologias no processo de ensino e aprendizagem, relativas tanto ao suporte aos procedimentos estabelecidos, quanto à concepção de processos inovadores, visando à aquisição e à reinvenção de competências e habilidades qualificadas pelos docentes durante sua formação profissional. Contempla, ainda, a elaboração de plataformas e modelos inovadores em educação, baseados nas Tecnologias de Informação e Comunicação.

Andreia Sias Rodrigues

Fernando Augusto Treptow Brod

João Ladislau Barbara Lopes

Marcos André Betemps Vaz Da Silva

Maria Isabel Giusti Moreira

Raymundo Carlos Machado Ferreira Filho

Vinícius Carvalho Beck

 

 

2.2 Área de concentração: Educação Inclusiva

Orientador

Desenvolve pesquisas e estudos referentes à conceituação sobre Educação e Inovação Tecnológica e estrutura para o desenvolvimento de educação mediada por tecnologias e suas interlocuções com a Educação Especial e Inclusiva. Na perspectiva da Educação Inclusiva contempla estudos epistemológicos, políticos e históricos referentes à Educação Especial numa nova perspectiva de atuação, qual seja, o vínculo com a constituição de espaços educacionais inclusivos. Produz estudos relacionados diretamente às práticas educacionais e aos processos formativos de educadores (inicial e continuada) para atuação pedagógica na diversidade, contemplando os princípios de uma educação inclusiva. Busca analisar os processos de ensino e aprendizagem e as inovações pedagógicas para o atendimento às necessidades educacionais de qualquer ordem: biopsicossocial ou etnocultural.

Raymundo Carlos Machado Ferreira Filho